A mediação sistêmica de casais

Em 2004, através do Dr. Sami Storch, juiz de direito do tribunal de justiça do Estado da Bahia, começou a ser observado como os princípios do direito poderiam ser usados sob o olhar dos pilares que regem o sistema familiar segundo o autor das constelações familiares, Bert Hellinger.

O direito sistêmico encontra a solução para todo o sistema familiar não somente para o individuo em conflito,  a solução é buscada na origem da questão.

Em uma ação de divórcio a justiça determina qual das partes , ou como ambas, podem ter a guarda ou visitas aos filhos, porem só isso não basta para que as partes e filhos vivam sem conflitos, muitas vezes, os filhos quando crescem  continuam sendo alvos de um ou ambos os pais . Em muitos casos percebemos alienação parental, ataques constantes recebidos e percebidos pelos filhos.

Às vezes, mesmo que nem se deem conta disso, os pais acabam fazendo ofensas um contra o outro e, assim ,os filhos sentem-se como vítimas dos ataques, e  acabam ficando confusos ou mesmo se sentindo culpados por tudo que ocorre.

Isso ocorre porque os filhos são profundamente vinculados aos pais biológicos, são parte deles e por meio deles receberam a vida.

Segundo o Dr. Sami Storch:

“…mesmo que o filho manifeste uma rejeição ao pai – porque este abandonou a família ou porque não paga pensão, por exemplo – toda essa rejeição se volta contra ele mesmo, inconscientemente. Qualquer ofensa ou julgamento de um dos pais contra o outro alimenta essa dinâmica, prejudicial sobretudo aos filhos. O mesmo ocorre quando o juiz toma o partido de um dos pais contra o outro, reforçando o conflito interno na criança”.

Assim, para a solução desse conflito no sistema familiar, é necessário, que os pais percebam  o que é deles, adultos, e observem seus papeis como pai e mãe, marido e esposa, resolvendo entre eles mesmos, e excluindo os filhos de seus conflitos.

A justiça é necessária para estabelecer o que é de direto de cada parte, porém os pais, como adultos, são também responsáveis em resolver o que cabe a eles.

Com isso, a mediação entre casais, com esse olhar sistêmico se propõe oferecer aos pais a percepção das questões geradoras de conflitos , muitas vezes ocasionadas em gerações passadas, dentro de seu sistema familiar, que possivelmente traz a repetição do mesmo conflito de geração à geração.

Experimente…

Hachidori

Um olhar para você

No comments

Sorry, the comment form is closed at this time.